• RUMO

Gratidão: o nosso único dever | O que é e como se manifesta?

Sabia que atualmente a #gratidão é considerada um hot topic? Há cada vez mais pessoas que tomam consciência da importância de exercê-la e partilhá-la. Mas o que é a gratidão? E como praticá-la?


Gratidão: um sentimento poderoso

A gratidão é um sentimento transformador, de reconhecimento por algo que consideramos bom ou agradável. Sentir e reconhecer gratidão pode modificar a forma como experienciamos a nossa vida.


Qual foi a última vez que sentiu ou demonstrou estar grato?

A literatura académica sobre gratidão começa a ser extensa e há inúmeros estudos que manifestam o poder da gratidão (por favor, leia-se sem cliché!) no nosso sentimento de bem-estar e felicidade. Por exemplo, Maslow, nos seus estudos, sugeriu a importância da gratidão como uma habilidade vital para a saúde psicológica e emocional das pessoas. Igualmente, considerou que pessoas mais gratas gerem, de forma mais saudável, situações/contextos sentidos como desafiantes ou ansiogénicos, prevalecendo o reconhecimento do que já se têm, em detrimento do que não se têm ou deseja ter.


Todos temos dias bons. Dias maus. Dias ehhh.

Surpreendentemente, é bem possível que em um desses dias “maus”, acumulados de problemas e preocupações, colocamos de parte - como se não fosse importante -, as coisas boas e positivas que temos ao nosso redor (uma espécie de autossabotagem... como se fosse mais fácil permanecer no que já é conhecido?)


Por onde começar? Todos nós temos motivos para estarmos e sermos gratos.


Saber como parar o “piloto automático” é uma boa estratégia. Quais os seus padrões de comportamento ou pensamento?


Permita-se a criar novos modelos, contrariando outros antigos. Faça diferente, principalmente nesses dias menos bons. É essencial estarmos gratos pelas conquistas, virtudes e pessoas que nos rodeiam e que dão suporte, a esses mesmos dias. Agradeça diariamente, até pelos contratempos ou situações desafiantes, relembrando o foco na sua resolução e não no problema.


Pode também fazer uma lista ou um diário de gratidão! Já parou para pensar em TUDO de bom que têm à sua volta? Tudo é válido! Dos amigos, ao emprego, família, hobbies ou habilidades!


Escreva tudo o que sentir que é positivo e construtivo na sua vida, analisando depois como é que essas pessoas/contextos/fatores promovem o seu bem-estar. Esses são ótimos motivos para agradecer😊. Este exercício é simples e eficaz, podendo ser utilizando em vários contextos ou diariamente. Partilhe com as pessoas mais próximas, no trabalho ou no grupo de amigos. Diga-lhes o motivo de estar grato! É contagiante!



O impacto destas práticas responsabiliza-o para agir de forma mais plena. Aproveite as coisas simples da vida. Sorria, com o olhar ou com os lábios. Abrace. Reconheça os seus pequenos prazeres materiais – daquele banho até à comida, por vezes farta, na mesa.


Como seria a sua vida sem aquelas coisas?


Igualmente, saber dar, receber e agradecer os elogios e cultivar a paciência e gentiliza também são ferramentas importantes para potenciar o sentimento de gratidão. Ao conhecer os seus limites, poderá reconhecer que “aquele dia mau” não é o seu.

Experimente perguntar à pessoa o que pode fazer por ela naquele momento - só isso pode ser suficiente.


Encontre ou reconheça os seus recursos internos e a sua capacidade para lidar emocionalmente com a adversidade – que por vezes surge de forma inesperada e, por vezes, diária. Ao invés de reagir, pare e reflita sobre como essa adversidade impacta o que sente, pensa e faz. E lembre-se: a adversidade é essencial à vida, potenciando a nossa confiança e capacidade de autorregulação – somos colocados à prova.


Comece agora. Os relacionamentos irão melhorar e o seu humor também. Com o tempo, irá começar a reconhecer como a abundância surge ao seu redor e dentro de si. Se não conseguir logo, seja paciente. Lembre-se, até nas coisas mais simples, podemos (e devemos) ser e estar gratos.

Respire fundo algumas vezes. Deixe-se estar com o que surge. Como é?

Porque ao respirar, sentimos e, só por hoje, agradeça por isso.


Coragem.


(E obrigada pela atenção 😊)


Carolina Oliveira Borges

Psicóloga Clínica e Investigadora RUMO






#Inspo:

http://ldysinger.stjohnsem.edu/@books1/Snyder_Hndbk_Positive_Psych/Snyder_Lopez_Handbook_of_Positive_Psychology.pdf#page=478

48 views

If you are in an emergency situation, contact the competent authorities and institutions     IMEDIATE HELP

Useful links

contacts

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

©2016-2020 rumo is a product by IFA. All rights reserved.